4 de setembro de 2009

• Como cortar as Unhas do seu Cão •



Atualmente utilizamos dois tipos de cortadores de unhas para cães e gatos, o com guilhotina e o em formato de alicate. Veja com qual você se adapta mais. Para cães de grande porte, geralmente usamos uma máquina para lixar as unhas chamada “grinder”. Há várias marcas disponíveis no mercado.

Grinder


Importante frisar que a grande maioria dos animais não gosta de ser tocados na região dos pés. Principalmente aqueles que já são traumatizados de alguma forma com tosadores de Pet Shops impacientes ou inexperientes. O movimento do corte de unhas deve ser rápido e preciso, passando unha por unha, verificando se não espatifou ao invés de cortar. A grande maioria dos cães e gatos tem o 5º dedo ou ergot ou due claws, estes pode ser duplos ou simples, localizado na parte interna das patas anteriores e posteriores. Verifiquem sempre se há ou não a presença deste membro e em quantas patas, porque essa unha costuma ser esquecida e cresce indefinidamente até perfurar o corpo do animal.

Cortador de guilhotina


Muitos cães de trabalho, de caça, de guarda ou que vivem em casas, lixam sozinhos suas unhas no chão ou em pedras ou na parede e às vezes não é necessário apará-las. Já os cães de apartamento, que costumam andar em pisos de cerâmica, madeira e azulejos acabam por perder esse hábito. Por isso suas unhas crescem rapidamente e necessitam de ser cortadas com maior freqüência.

Cortador em forma de alicate


Dentro delas se encontra uma veia, facilmente visível em cães de unhas claras. Nos cães de unhas pretas ou mais escuras, é quase impossível visualizá-la. A veia da unha, quando cortada, sangra muito e pode ser um procedimento bastante dolorido para o animal. Aconselhamos ter sempre em mãos um produto que estanca prontamente a hemorragia chamado Quick Stop, que pode ser em pó ou gel. Há varias marcas disponíveis no mercado. Um macete muito importante é sempre cortar as pontas das unhas inclinando a parte de cima do cortador para frente, com a lâmina da guilhotina voltada para você e remover da unha, apenas o que faz a curva, ou seja, o que está passando do chão. Deixe o animal pisar, veja o que sobra e corte.


O ideal é ter esse hábito toda a semana, porque, dessa forma, a veia se retrai e as unhas podem ser cortadas cada vês mais curtas e o animal se acostuma a ser manuseado e aprende a gostar da rotina. Visto que é comprovado que unhas grandes atrapalham a movimentação dos animais e podem até causar ferimentos neles ao se coçarem, por exemplo. E em nós quando pulam em nossas pernas para fazer festa.No caso de animais ariscos ou bravos aconselhamos a ajuda de um profissional qualificado.