11 de setembro de 2009

• Como ajudar uma Cadela no Parto •

Como ajudar uma cadela a dar cria

O período normal de gestação de uma cadela é 61 a 63 dias. Porém, um parto, um ou dois dias antes ou depois. é comum e não representa motivo para alarme se o estado geral da fêmea estiver bom.

Na preparação para parir, a cadela fará um ninho com jornais picados e pedaços de pano se estes estiverem disponíveis. Senão, ela pode cavar no tapete com as patas dianteiras, como se estivesse cavando um buraco. Fazer o ninho é um sinal importante de que o parto deve acontecer dentro de um ou dois dias.

Para deixar a cadela confortável providencie uma caixa de parto com muitas folhas de jornal e panos.

Quando ela começar a fazer o ninho, você também vai notar um aumento das mamas com produção de leite. Outro método bastante preciso para determinar quando a cadela vai dar cria é medir a temperatura retal todos os dias. Aproximadamente 24 h antes do parto a temperatura cai em torno de 1ºC.

Quando estiver perto do trabalho de parto, observa-se a eliminação de um líquido mucoso pela vulva, seguido da eliminação de um líquido esverdeado. Em hipótese alguma este líquido pode ser marrom ou ter cheiro ruim. Se isso acontecer chame o veterinário imediatamente.

A chegada do parto vai deixar a cadela agitada, mas no segundo estágio do trabalho de parto ela vai deitar e começar a ter contrações. Assim que esse segundo estágio começar, o parto deve iniciar dentro de 3 h. Se nenhum filhote nascer nesse período, chame o veterinário.
Um filhote pode nascer de três maneiras diferentes.

A apresentação mais comum é pela cabeça e patas dianteiras. A segunda mais comum é pela cauda e patas traseiras, mas não confunda com a apresentação pela nádega. Em uma apresentação pela nádega as pernas traseiras estão dobradas embaixo do corpo do filhote. Em uma cadela pequena este tipo de apresentação pode causar problemas e deve ser observada com cuidado.

Durante o parto podem surgir algumas complicações que você pode dar conta facilmente usando as dicas abaixo.

Se o filhote estiver preso no canal do parto com metade do corpo para fora

Segure o filhote com uma toalha limpa.

Faça uma tração firme, puxando o filhote com cuidado em um ângulo levemente descendente. Continue puxando com cuidado até o filhote sair.

Se você não conseguir remover o filhote chame o veterinário imediatamente.


Se a cadela não limpar os filhotes após o parto


Coloque o filhote coberto com a membrana fetal em uma toalha limpa.
Libere o rosto do filhote imediatamente retirando a membrana.
Continue a puxar a membrana do seu corpo. A membrana vai ficar presa ao redor do cordão umbilical.
NÃO puxe o cordão umbilical.

Retire qualquer líquido da boca e das narinas. Massageie o corpo do filhote vigorosamente com uma toalha, para estimular a respiração.
Se houver muito muco no nariz e na boca, limpe o que conseguir com um dedo.

Se o filhote ainda não estiver respirando bem


Coloque o filhote em uma toalha na palma da sua mão.

Segure sua cabeça fechando o polegar em direção aos outros dedos.
Usando a outra mão para segurar o filhote, levante suas mãos ao nível da sua cabeça e balance com firmeza em direção ao chão. Repita várias vezes.

Massageie o filhote vigorosamente com a tolha novamente.
Pare quando o filhote estiver se mexendo e chorando.
Amarre um pedaço de fio ao redor do cordão umbilical aproximadamente 2 cm acima da barriga do filhote, deixando o pedaço amarrado preso ao filhote e corte o resto do cordão umbilical e da membrana fetal.

Coloque o filhote com a mãe, ela vai cuidar do resto. Se ela não cuidar dos filhotes ou se acontecer algum outro problema, fale com o veterinário o mais rápido possível.

Publications International, Ltd.